Começa maratona de declarações do IR

O primeiro dia do prazo de entrega das declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2007 provocou, como esperado, um grande aumento do número de acessos de contribuintes ao site da Receita Federal na internet ( http://www.receita.fazenda. gov.br) para baixar o programa de preenchimento. Até às 18 horas, a Receita já contabilizava a entrega de 90 mil declarações. Em 2006, mais de 30 mil contribuintes declararam os rendimentos no primeiro dia.
Apesar do movimento intenso, a Receita informou que não chegou a ocorrer congestionamento do site. Segundo a assessoria do órgão, se alguém encontrou lentidão para baixar o programa ou entregar a declaração foi por eventual incapacidade de tráfego dos provedores de internet.

O site tem capacidade de operar com 7 mil acessos simultâneos. Além disso, nos primeiros dias de entrega da declaração, os técnicos da Receita desocupam o máximo de espaço para facilitar os acessos dos contribuintes.

O prazo para entrega da declaração do IRPF vai até 30 de abril. Uma das novidades deste ano é que o imposto devido poderá ser pago em até oito cotas (antes eram seis). As restituições começarão a ser feitas no dia 15 de junho. Terão prioridade no recebimento os contribuintes com mais de 60 anos e os primeiros a enviarem as declarações à Receita.

A expectativa é de que cerca de 23,5 milhões de contribuintes prestem contas neste ano. Deve declarar quem teve rendimentos tributáveis no ano passado superiores a R$ 14.992,32. O contribuinte pode apresentar a declaração pela internet, nas agências do Banco do Brasil (BB) e da Caixa Econômica Federal (CEF) se optar pela declaração em disquete, ou ainda nas agências dos Correios se preferir o formulário de papel.

Quem declarar depois do prazo pagará multa de 1% ao mês calculada sobre o valor do imposto devido. Se o contribuinte não tiver imposto a pagar e atrasar a entrega, pagará multa de R$ 165,74.

A novidade da declaração deste ano é o pagamento do imposto por meio de débito automático em conta corrente e a dedução do que foi pago à Previdência Social do trabalhador doméstico. (Agências )

Fonte: Diário do Comércio

Data da Notícia: 02/03/2007 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp