Sem benefício, LG suspende hoje atividades em Manaus

A LG Electronics vai suspender hoje as atividades em seu complexo industrial de Manaus porque a Justiça do Estado cassou uma liminar que mantinha benefícios fiscais de ICMS da empresa concedidos em 1996 pela Lei Hanan. A empresa afirma que, com a cassação da liminar, é obrigada a paralisar suas operações porque terá sua inscrição estadual bloqueada. O governo do Estado do Amazonas garante, entretanto, que a LG não tem e não terá nenhuma inscrição bloqueada. A situação é a mesma ocorrida em maio deste ano, quando a LG também paralisou sua produção. A briga começou no início do ano, quando o governo de São Paulo, pressionado pela LG, que produz monitores na cidade paulista de Taubaté, aumentou a alíquota de ICMS de 12% para 18% dos monitores de LCD procedentes da Zona Franca de Manaus. Esta nova alíquota está em vigor e chegou a fazer com que a Samsung transferisse parte de sua produção de monitores de Manaus para Campinas.

Fonte: Valor Econômico

Data da Notícia: 27/11/2007 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp