BB vai dar crédito para o pagamento de tributos

O Banco do Brasil lança hoje uma linha de crédito para grandes e médias empresas financiar o pagamento de tributos federais, estaduais e municipais. As taxas de juros do BB Capital de Giro Tributos variam entre 1,45% e 5%, e o empréstimo pode ser pago em até 24 vezes.

“A nova linha de crédito é uma forma de apoio do banco aos programas de parcelamento de tributos promovidos pelo governo”, disse o gerente de divisão da Diretoria Comercial, José Antonio Nobre. Ele se referia ao Programa de Parcelamento Incentivado do ICMS, do governo estadual, que terminou sexta-feira, e ao projeto de lei que institui o Programa de Parcelamento de Débitos em São Paulo. Se aprovado, os contribuintes paulistas poderão pagar os débitos com redução de até 75% do valor da multa e de até 60% do valor dos juros.

“Regularizar atrasos tributários é um incentivo para que as empresas possam cumprir suas responsabilidades fiscais”, afirmou Nobre.

Em 2007, a arrecadação de impostos e contribuições federais tem crescido em velocidade duas vezes superior ao ritmo de expansão do Produto Interno Bruto (PIB) e bateu a marca recorde de R$ 381,4 bilhões de janeiro a agosto, de acordo com a Receita Federal. Enquanto a economia cresceu 4,9% no primeiro semestre, a arrecadação federal teve expansão real de 10,7% nos oito primeiros meses de 2007.

São Paulo – Um projeto de lei que institui o Programa de Parcelamento de Débitos Tributários e Não-tributários no Estado de São Paulo já está na Assembléia Legislativa. Taxas e tributos atrasados poderão ser pagos em parcela única com redução de até 75% do valor da multa. Os benefícios valerão para as pessoas físicas e jurídicas que tiverem contraído a dívida até o dia 31 de dezembro de 2006.

Fonte: Diário do Comércio

Data da Notícia: 01/10/2007 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp