STJ retoma julgamento sobre crédito-prêmio

O ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), levou a julgamento o seu voto-vista nos processos que discutem a extinção do crédito-prêmio do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O tema está sendo analisado pela Primeira Seção do Tribunal.

Os ministros João Otávio de Noronha, Castro Meira e Humberto Martins votaram no sentido de que o crédito não foi extinto. Caso prevaleça esse entendimento, ficará reconhecida a natureza financeira do crédito-prêmio do IPI e o direito de diversas empresas a compensar os tributos em questão.

O ministro Teori Albino Zavascki defende posição contrária. Ele entende que o benefício foi extinto em 1993, conforme o Decreto 1658/79. Já a ministra Eliana Calmon conclui que a extinção do tributo ocorreu em 1990. A ministra Denise Arruda também vota no sentido da extinção do crédito.

Além do voto-vista do ministro Herman Benjamin, falta votarem os ministros José Delgado e Luiz Fux.

Fonte: STJ

Data da Notícia: 13/06/2007 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp