Contribuintes poderão corrigir erros no preenchimento ou na informação de valores que não conferem

BRASÍLIA – Cerca de 850 mil declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2007 caíram na “malha preliminar”, informou ontem a Receita Federal do Brasil. São declarações que apresentaram problemas como erros no preenchimento do cadastro ou informação de valores que não conferem com aqueles fornecidos pela fonte pagadora. Muitas vezes, a própria Receita corrige a falha e libera a declaração. Também são freqüentes os casos em que o próprio contribuinte toma a iniciativa de enviar uma declaração retificadora. Por isso, o total das declarações da malha preliminar deve cair até o fim do ano. Só aquelas que permanecerem com problemas após dezembro deste ano é que cairão definitivamente na chamada malha fina. Este ano, foram apresentadas no total 23,7 milhões de declarações do IRPF.

Nos próximos dias, a Receita deverá liberar consulta ao primeiro lote de restituições do IRPF, que será pago no dia 15, uma sexta-feira. Normalmente, a listagem dos contribuintes incluídos no lote fica pronta uma semana antes do pagamento.

Não há, porém, uma data fixa, pois a Receita depende do fechamento do lote pelo Serviço de Processamento de Dados (Serpro). Terão preferência, nessa primeira leva de restituições, os contribuintes com mais de 60 anos de idade e aqueles que entregaram suas declarações com maior antecedência.

A quantidade de declarações retidas na malha fina varia a cada ano. Em 2006, por exemplo, foram 746 mil, bem menos do que em 2005, quando a malha reteve 900 mil declarações. Essas declarações vão sendo gradualmente liberadas nos chamados lotes residuais de restituição, pagos a partir de janeiro. A estimativa da Receita é que exista um estoque de um milhão de declarações em malha, referentes aos últimos cinco anos. Essa cifra não contempla as declarações de 2007. (AE)

Fonte: Correio da Bahia

Data da Notícia: 06/06/2007 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp