Atualização da tabela do IR e auxílio Brasil de R$ 600 dependem da Reforma Tributária, diz Guedes

Durante um evento da XP Investimentos, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o Auxílio Brasil de R$ 600 permanente e a atualização da tabela do Imposto de Renda (IR) dependem da aprovação da reforma tributária. “É possível dar um auxílio de 600? Ou fazer reajuste da tabela de Imposto de Renda? A resposta já está na reforma tributária.”, disse o ministro. O Auxílio Brasil, que começa a ser pago no dia nove de agosto, terá um valor de R$ 600 até dezembro deste ano. A partir de janeiro, a princípio, o benefício passaria a ser de R$ 400. Guedes completou ainda que o governo pretende taxar dividendos de ganhos acima de R$ 500 mil por mês. Segundo o ministro, a ideia é que um teto de ganhos de até meio milhão de reais por mês seja criado. Caso o investidor ultrapasse esse valor, uma taxa de 15% sobre o excesso será cobrada. “Você não tem que ter vergonha de ser rico, tem que ter vergonha de não pagar imposto. Está correto, é o imperativo moral nosso. Como você emprega várias pessoas que pagam imposto e você não paga sobre de dividendos?”, afirmou Guedes. IPI zerado e carteira verde amarela O ministro Paulo Guedes disse ainda que, após baixar o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em 35%, o governo pretende zerar o tributo até o fim do ano. Guedes atribuiu ao IPI a desindustrialização do Brasil. Ainda segundo o economista, a pasta pretende “transformar a previdência”, com a carteira verde e amarela. “Não conseguimos fazer regime de capitalização na reforma da previdência. Mas qualquer brasileiro vai ter, sem encargos trabalhistas, uma gestão privada de recursos. Essa indústria de acumulação e recursos vai precisar de educação financeira.”, disse.

Fonte: CNN

Data da Notícia: 05/08/2022 00:00:00

Gostou do notícia? Compartilhe em suas redes sociais

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp